sábado, 20 de outubro de 2012

Desenho é Vida - Materia ETC


 Desenho é Vida.

                Nesses últimos tempos a internet vem se tornando algo fundamental para a vida dos seres humano, sendo uma importante fonte de aprendizado e descobertas. Por exemplo, é possível descobrir sobre a cultura de um país ou de uma civilização antiga apenas digitando uma frase em uma ferramenta de busca.

Ou até sobre certas profissões que são tão antigas e importantes para o ser humano e seu desenvolvimento, mas que infelizmente vem sendo banalizada, como é o caso da profissão chamada desenhista/ designer.

No Brasil essa profissão acaba sendo jogada de lado, sofrendo um grande preconceito pela massa. A maioria das pessoas que segue essa carreira já deve ter ouvido algo ofensivo vindo de amigos próximo ou até de sua família, às vezes sendo até tachados de “vagabundos”.

Isso acontece no Brasil porque não há incentivos suficientes à cultura. Há pouca explicação para os alunos de que o desenho é uma forma de expressão e que é um grande passo para a humanidade, logo que antes de se produzir qualquer cadeira, notebook, IPhone, IPad etc, é preciso ter um projeto desenhado do mesmo. O design é responsável de fazer com que as coisas fiquem com formas mais confortável e interessante.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

A Cidade do Sol - Khaled Hosseini

Bem, a maioria dos livros que gosto e admiro (para dizer a verdade, quase todos), são do tipo literatura fantástica, sempre com coisas mais exageradas e fantasiosas e por isso sempre tentei fugir de livros que não abordassem bem essa linha de narrativas...

Mas por alguma desventura na minha vida, acabei pegando um certo livro e comecei a ler sem me importar de conhecer sua sinopse ou alguma coisa que denunciasse sobre o que seria aquela historia e me surpreendi com o que encontrei. Mesmo não sendo o tipo de obra que eu leria e que gosto normalmente, Cidade do Sol  se tornou a obra mais 'valiosa' da minha prateleira.

Cidade do Sol conta a estória de duas garotas bem diferentes, Mariam e Laila. Mas o livro começa abordando a vida de Mariam de maneira surpreendente e de forma que eu nunca havia lido. Você começa a conhecer os hábitos da garota inocente de 15 anos que vive uma vida simples ao lado de sua mãe e, em um amor cego, acredita em tudo o que seu pai diz.

Mas um infortúnio acontece em sua vida e ela se vê obrigada a casar com um homem bem mais velho que ela , Rasheed.
Eu queria poder falar bem mais desse personagem, mas qualquer outra palavra poderia estragar as surpresas e emoções que a estória traria, mas digo que até das coisas mais ruins, há de nascer novas esperanças.

Logo depois, o autor nos apresenta Laila, uma garota bem diferente de Mariam que (para mim) não há  o mesmo carisma. Ainda assim, de alguma forma, conquista o leitor com suas perdas tristes e tentativas de salvar sua nova companheira.

São duas personagens distintas, com destinos que poderia fazer uma odiar a outra, mas que a unem mais que tudo, ainda mais quando Mariam encontra a única esperança e recompensa de sua vida nisso.

Esse foi o primeiro livro que pude chorar de verdade. De que realmente me apeguei aos personagens e, em soluços, terminei de ler um capitulo que decidia o fim de uma vida. Sem muitas sutilezas e alegria, mas apenas vida e esperança, algo digno da leitura de cada um.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Novidades da Editora Aqueiro

Bom pessoal, hoje venho trazendo para vocês as novidades da Editora Arqueiro. Para visualizar melhor é só clicar em cima da imagem. E eu acabei pegando um pouco mais sobre esse livro, já que achei ele bem interessante:

Ikal é um menino pobre, que sonha em frequentar a escola. Porém, no dia em que seu sonho está prestes a se realizar, uma grande ameaça pode pôr tudo a perder: há apenas nove crianças inscritas na nova turma e o superintendente escolar deixou claro que, se não houvesse pelo menos dez alunos, a escola seria fechada.
No último minuto, quando tudo parecia perdido, chega Harun, um menino bem mais velho que os outros, que tem síndrome de Down. Nesse momento, a pequena escola da aldeia é salva pela primeira vez. E, mesmo que seus integrantes ainda não saibam disso, tem início a formação do grupo Laskar Pelangi, os Guerreiros do Arco-Íris, que ficará completo com a entrada da rebelde Flo.
Ao longo de anos de convivência, os pequenos guerreiros crescem juntos, experimentam aventuras, descobrem o amor, enfrentam desafios, conquistam vitórias inéditas, suportam perdas irreparáveis e precisam salvar sua escola muitas outras vezes.
Os direitos de publicação do livro de estreia de Andrea Hirata foram vendidos para mais de dez países. A obra foi adaptada para o cinema em 2009, com o título The Rainbow Troops. O filme ganhou reconhecimento mundial e foi exibido em diversos eventos, entre eles o Festival Internacional de Cinema de Berlim e o Festival de Cinema Indonésio, no qual recebeu o prêmio de Melhor Filme.



sexta-feira, 29 de junho de 2012

Nunca Diga Adeus - Doug Magee


Nunca Diga Adeus
Numero de Páginas: 240 Páginas
Tamanho das Letras: Pequenas
Nota: 3 estrelas

O livro conta  a estória de Sarah e sua mãe, Lena, que tiveram suas vidas abaladas após um  acontecimento desagradável: um sequestro.

Nunca diga adeus tem um ritmo lento no começo de sua narrativa, o que não ajudou muito na estória, logo que o inicio poderia focar mais nas emoções da mãe e da filha, colocando um pouco mais de mistério... Algo que ficou um pouco ausente em todo o livro. 

Mesmo antes do sequestro de sua filha, Lena já estava passando por algumas dificuldades, como seu casamento que não estava indo muito bem. Ela esperava que com essa viagem da Sarah para o acampamento, eles teriam mais tempo para resolver esses 'problemas'. Só que Lena nunca imaginava que aquilo poderia vim a ocorrer, ainda mais quando ela assistiu a partida de sua filha, conheceu os funcionário e achou que tudo estava certo. Não demorou muito para que a verdadeira van aparecesse na frente de sua casa e procurasse pela Sarah. 


Bom, a parti desse momento a busca começa. Somos apresentados a novos personagens, outros pais que também foram vitimas desse golpe e alguns agentes do FBI. Assim a estória acaba ganhando um pouco mais de força. O suspense acaba dando as caras e o autor ainda possibilita que vejamos por outro ponto de vita, os da crianças que foram sequestradas. 



[...]Nunca fora o tipo de menina que corria para chamar os pais ao primeiro sinal de dificuldades. Só os procurava quando era absolutamente necessário, se chegasse a um ponto que não sabia mais como agir. 

Dei nota 3 para o livro porque ele e algo bem leve, não há muitos mistérios e o suspense não é algo constante e comum na estória. Mas a leitura acaba sendo divertida e bem fácil, possibilitando que você acabe "viajando" sem perceber. Além de que cada capitulo do livro mostra situações diferentes. Ora são os pais preocupados, elaborando teorias e apontado alguns suspeitos. Enquanto outras horas são as crianças...



terça-feira, 19 de junho de 2012

Tormenta - Lauren Kate

Tormenta
Numero de Páginas: 392 Páginas
Tamanho das Letras: Grandes
Nota: 4 estrelas

Normalmente, eu acabo achando as continuação de alguns livro bem piores do que o primeiro livro que iniciou a série. Mas dessa vez foi diferente, gostei mais de Tormenta do que de Fallen.

Em Tormenta o romance de Luce continua, só que dessa vez nossa personagem principal acaba se tornando menos dependente de Daniel, o que é um lado bem positivo, já que assim acabamos descobrindo mais estórias por trás de toda a trama do primeiro livro.


Nesse livro Luce sai da Sword & Cross e acaba "abrindo seu horizonte" para novo amigos. Sendo, dois deles, os salvadores de boas partes do livro. 

[...]Na verdade, ela não estava apenas aterrorizada com os Anunciadores. Tinha medo do que poderia ver dentro deles.

Outro ponto positivo: Finalmente descobrimos o que eram aquelas sombras que perseguiam a Luce. Mas, como nem tudo é ouro, o final acaba decepcionando um pouco e deixando o leitor meio curioso para le ro próximo volume da série...

domingo, 17 de junho de 2012

Concurso Cultural


Hoje resolvi trazer para o blogger o concurso cultural do livro "Línguas de fogo", já resenhado aqui no blogger. Confiram:


Concurso Cultural
Participe do concurso cultural e concorra a um exemplar autografado de Línguas de Fogo, o primeiro livro da série Crônicas de Myríade! É só seguir os passos:
1) Curta a Fanpage da série no Facebook;
2) No post da Fanpage, conte em qual blog parceiro você ficou sabendo do concurso (veja a lista de blogs parceiros nas regras abaixo);
3) No mesmo post, responda à pergunta: ‘”Até aonde você iria para ajudar um amigo?”
Regras
a) O prêmio nº1 será concedido ao autor da resposta mais criativa à pergunta: “Até aonde você iria para ajudar um amigo?”
b) O prêmio nº2 será concedido ao autor do blog citado pelo ganhador do prêmio nº1.
c) O prêmio nº3 será concedido ao autor do blog mais citado dentre todos os concorrentes.


O autor da frase mais criativa leva o livro para casa! O blog indicado por ele também leva, e o blog que tiver mais indicações, também! Serão três livros! Mas corra, porque só valem frases enviadas até dia 30 de junho!
1. Este concurso cultural tem como objetivo premiar três pessoas, cada uma com um exemplar do livro Línguas de Fogo autografado, e dois marca-páginas.
2. Apenas serão aceitas frases de participantes que realizarem os três passos requeridos na promoção. Não serão aceitas respostas enviadas por e-mail ou através dos comentários do blog.
3. Cada participante pode concorrer com até três frases, mas deve indicar um único blog. Caso indique mais de um, será considerado apenas o primeiro.
4. Serão aceitas frases enviadas até dia 30 de junho. O resultado será divulgado no dia 13 de julho.
5. Todos os vencedores do concurso devem possuir endereço de entrega em território nacional.
6. Os blogs parceiros são livres para divulgar sua participação na promoção, solicitando a seus leitores que os indiquem no momento da inscrição.
7. Os autores dos blogs parceiros também podem enviar frases, mas não podem indicar seus próprios blogs.
8. Os blogs parceiros que forem contemplados se comprometem a publicar uma resenha do livro.
9. Qualquer pessoa pode participar da promoção enviando sua frase para concorrer ao prêmio nº1, mas apenas os seguintes blogs parceiros podem ser indicados para os prêmios nº2 e nº3: Acho que Cresci,Biblioteca da LuhDoces LetrasDojo do Kaito SenseiDrunk CultureEqualize da LeituraEste já LiGaveta AbandonadaIn the SkyLendo ao LuarLost Girly GirlNinhada LiteráriaOver ShockParadise of the Truths,Que AbsurdoRádio FanzineRelíquias da Lylu e Tô Pensando em Ler.
10. Você quer ser meu parceiro e participar das próximas promoções? Entre em contato: contato@karensoarele.com.br


quarta-feira, 13 de junho de 2012

Empório dos ETC - Reflexão

Hoje eu decidi fazer um post diferente dos demais... Eu decidi colocar um pequeno texto que eu há no Journal do Deviantart, já que ele passa uma mensagem bem legal e tem uma boa reflexão.

Espero que vocês gostem.



domingo, 10 de junho de 2012

Oksa Pollock - Anne Plichota e Cendrine Wolf

Oksa Pollock
Numero de Páginas: 428
Tamanho das Letras: Pequenas.
Nota: 2 Estrelas

Eu estava louca para ganhar esse livro, já que todas as resenhas que eu lia e até o booktrailer faziam com que eu ficasse morta de curiosidade. Além do mais, o que poderia ser melhor do que uma historia cheia de fantasia?

O livro tem como personagem principal a jovem Oksa Pollock, uma garota divertida, curiosa e uma "pequena ninja". Ela acaba de se mudar para Londres com sua família e com a família de seu melhor amigo Gus. Bom, o que Oksa pensava que era uma simples mudança para realizar o sonho de seu pai - abrir um restaurante - acabou se tornando a chave para um universo totalmente novo para ela.

Mas, ao contrario do que muitos pensam, a historia não se desenrola facilmente. O livro é como uma introdução sem fim. Os novos fatos sempre são apresentados nas falas enormes dos personagens e de forma não muito natural, fazendo com que o leitor perca um pouco do interesse na leitura. Além de tudo parecer muito "fantástico" nessa obra.

A narrativa do livro é em terceira pessoal, o que, para mim, não ajudou muito essa obra, já que eu acabei não conseguindo me conectar com nenhum personagem. Mas alguns pontos dos livros são bem criativos e acabam lhe acendendo um pouco de curiosidade ( que, no meu caso, não durou muito).



quarta-feira, 6 de junho de 2012

Línguas de Fogo - Karen Soarele

Línguas de Fogo

Numero de Páginas: 216 páginas.
Tamanho das Letras: Pequenas
Nota: 3 Estrelas. 


Bem, eu sou fanática por capas de livros, por isso acabo ficando louca para ler um livro só de passar os olhos pela obra. E com Línguas de Fogo não foi diferente... Acabei achando essa capa curiosa, ela me fazia imaginar uma boa historia por trás dela e acabei descobrindo que eu não estava errada.

Esse foi o primeiro livro que recebi de booktour. Fiquei muito feliz ao ver que meu blogger havia sido selecionada e acabei começando a leitura logo de cara.

Línguas de fogo conta uma historia de amizade entre a jovem Aisling e Dharon. Aisling é uma jovem camponesa que vive em uma pequena vila esquecida por muitos, Dharon também vive nesta vila, mas ele é o jovem guerreiro que carrega a tarefa de proteger todos os moradores que lá habitam. E é por causa dessa tarefa que ele é ferido gravemente, sendo que a unica forma de cura é encontrada além das fronteiras de seu 'país'.

Essa é mais uma daquelas obras que lhe cativa por mostrar um desenvolvimento na personagem principal. Mas que pode lhe desencorajar um pouco pelo começo que foi meio... Bem, eu acabei achando que o inicio foi um pouco fraco e confuso. Só que logo a narrativa ganha um ritmo agradável e a leitura melhora gradativamente.

E para quem se interessou: Aqui está o site da autora, Karen Soarele, e o site da série dos livros.
------

Desaparecida... Eu.

Oi pessoal, desculpa por esse post, mas eu queria avisar o motivo pelo qual o blogger ficou sem atualização esses dias. Mas é que eu estava na época da gincana escolar, que é bem competitiva na minha escola, e isso fazia com que eu não tivesse muito tempo para nada. Só que ela já acabou ( e minha equipe conseguiu o 3ª lugar *---*) e os posts voltarão ao normal!

Obrigada pela paciência e por todos aqueles que continuaram a acessar o blogger por esse tempinho.


terça-feira, 29 de maio de 2012

Meme Literário



1.Responda às perguntas abaixo.
Qual a quantidade de livros comprados/ganhados e não-lidos que você tem na fila atualmente?
Bom... Essa é uma pergunta difícil de responder, já que minha memoria é péssima. Mas tenho que ler O Fetsim dos Corvos, Silêncio, Nunca Diga Adeus, Queimada e... Assasin's Creed 1 e 2.  Acho que são só esses.

Como ou por que motivo você chegou a essa quantidade?
Bom, eu achei três desses livros bem chatos e irritantes. Os outros três foi só por falta de tempo.

Você tenta se controlar para não comprar muito (e aumentar o tamanho da fila) ou não se importa com isso e compra quando tem oportunidade/dinheiro/vontade?
Eu não preciso me controlar muito, já que aqui não tem livraria, quase nunca tenho condição de comprar algum... Mas vontade é o que não falta, se eu pudesse essa fila estaria bem maior!

Nos últimos meses, a sua fila está tendendo a aumentar ou a diminuir?
Bom, ela está tendendo a diminuir, porque logo depois que eu terminar de ler esses na fila eu não irei ter mais nenhum para ler.

Quantos livros em média você compra/ganha por mês?
Ganhar? Nenhum. Eu não compro livro por mês, mas quando compro é mais ou menos três ou quatro. E meus pais nunca me dão livros.

2. Link o blog que te enviou o meme.
Estante de livro da Marie Vampi.

3. Blogger que criou o meme.
http://verbo-ler.com.br/

4. Repasse para cinco bloggers:
Bom, ninguém que eu indico faz o meme, mas irei recomendar os seguinte blogger:

sábado, 26 de maio de 2012

#Chegou

E para minha alegria, chegou um livro para mim esse mês. E sabe o que foi melhor? Esse livro veio da parceria com a Editora Arqueiro: Nunca Diga Adeus (#Cortesia).

Esse vai ser o segundo livro desse gênero que vou ler... Em toda minha vida. Não estou brincando, eu só havia lido um de suspense quando minha amiga acabou me emprestando um.

Bom, esses três aqui não são meu... Mas são da minha querida amiga Alba, que sempre dá um jeito de comprar livros quando eu não posso e sempre me empresta, sem nunca reclamar do tempo que eu demoro com eles (Obrigada Albinha o/).


Todos os três juntinhos... São tão lindos!  Sério, não dava nem para decidir qual eu iria ler primeiro.

Essa capa nem parece muito bonita vista de longe e vista pelo pc, ela fica estranha. Mas, pessoalmente, ela é a capa mais bonita dos três livros. 

Acho que a maioria aqui já deve ter ouvido falar de Oksa Pollock....



Não sou muito fã dessa série de livros, a unica coisa que gosto é da capa e pronto. Para quem ainda não viu, fiz a resenha do primeiro livro da série aqui.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Caçadora De Estrelas - Claudia Gray

Caçadora de Estrelas
Numero de Páginas: 304 páginas
Tamanho das Letras: Médias
Nota: 3 estrelas

É a segunda vez que leio esse livro ( a primeira vez foi em 2010) e mesmo assim acabei me surpreendendo com os acontecimentos narrados e 'vivendo' tudo como se fosse a primeira vez.

Esse é o segundo livro da série "Noite Eterna" e ele narra as novas tramas de Bianca, uma garota cujo a própria existência é um mistério ( e é um segredo do primeiro livro que faz qualquer um ter um mini-infarto); e logo conhecemos mais sobre o misterioso Lucas, o nosso querido garoto irônico, e sua "família".

O mais legal é que temos a oportunidade de conhecermos mais um pouco sobre o Balthazar (#TeamBalthazar) e mais uma nova estória começa a se desenvolver a partir disso. O legal é que nada surgiu ao acaso, Claudia Gray nos levou aos acontecimentos de uma forma leve e quase natural... Bom, teve alguns pecados que deixaram a trama cair um pouco no comum.

Os novos seres que aparecem nesse livro acabam sendo a chave de acontecimentos futuros e se mostram algo mais sinistro do que aquilo que Bianca temia.

Bom, tentei ser vaga nessa resenha para não dar nenhum spoiler ou deixar algumas informações vazares. Mas recomendo essa obra para aqueles que curtem uma boa historia, daquelas que você se vicia sem problemas.


sexta-feira, 18 de maio de 2012

Empório dos Filmes - Os Vingadores


Os Vingadores
Nota: 5 estrelas

Só uma palavra pode resumir esse filme: Inacreditável.

Eu não esperava nada fora do comum quando fui assisti-lo, achava que seria algo no nível do filme Capitão America (com um direção mais ou menos e um roteiro meio sedutor). Mas o que eu encontrei foi algo totalmente diferente, ultrapassou (e muito) minhas expectativas e já veio se tornar um dos meus filmes favoritos.

Para mim, a grande surpresa de Os Vingadores foi o Gavião, A Viúva Negra e o Stark. Claro que eu já esperava algo do Stark, já que ele era o melhor personagem mais massa e a promessa do filme ( tanto que a franquia do Iron Man foi a que mais rendeu). Mas eu não esperava nada dos outros dois. A Viúva Negra  foi a melhor represante para a única mulher do grupo: Massa, com boas falas e ações, além de arrasar na luta.

Um personagem que eu nunca gostei mas que nesse filme comecei a virar fã foi o Hulk. Sério, qual é a graça de um monstro verde que destrói tudo na sua frente? É legal, mas nada que faça você gostar dele. Mas nesse filme ele ganha um pouco de carisma e seu personagem fica bem mais engraçado. Quanto ao Capitão America e o Thor... Não fui muito fã dos filmes deles (só dos atores), a personalidade que esses personagens demonstravam era fraca e chegava até a ser chata, o que não aconteceu aqui. Os dois ficaram bem mais estruturados.

A comédia conseguiu se integrar bem nas cenas de ações e elas eram dominadas pelo Tony Stark ( que conseguiu ficar ainda mais irônico).

O único ponto falho que achei no filme foi o vilão, Loki, que ficou totalmente sem graça. 


quinta-feira, 10 de maio de 2012

Como Treinar O Seu Dragão - Cressida Cowel

Como Treinar O Seu Dragão
Numero de Páginas: 222 áginas
Tamanho Das Letras: Grande
Nota: Estrelas

Para começar... Bem, esse é e não é um livro direcionado apenas para crianças. Tipo, a historia dele é meio boba e infantil, mas os personagens são tão cativante a apaixonantes... sem contar com as lições de vida que a autora tenta nos mandar.

Uma coisa que deixou a leitura um pouco mais divertida foi os desenhos que tinham em quase todas as páginas. Eles eram rústicos e simples (podiam até ser considerados mal-feitos...), serviam para completar a historia e fazer com que você não se cansasse do livro.

A estória de Como Treinar O Seu Dragão é centrada no Soluço, o filho do chefe dessa vila de Vikings. Ele é um garoto muito atrapalhado, não é muito violento ( como os outros) e nem tem muita habilidade na arte da batalha, o que lhe faz ser alvo de zoações e brincadeiras do restante dos meninos. Só que nosso protagonista é encantador: especial e bastante curioso.

Soluço não é um herói pronto, ele começa a ser construído a partir do momento que enfrenta o desafio de sua vida: capturar um dragão. Desde então, além de ganharmos mais um personagem fofo ( banguela, o dragão sem dentes), vemos um personagem crescer e amadurecer. Cada descoberta do nosso futuro herói começa a ser narrada no livro.


[...]O dragão viu que Soluço o observava com fascínio e horror e chegou a cabeça ridiculamente grande bem perto do garoto...
Ah, e para quem viu o filme:  O livro é muito diferente dessa obra cinematográfica. Não que o file seja ruim, na verdade ele é ótimo... Mas a obra literária é muito melhor.  

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Empório dos ETC - Avatar: O Ultimo Mestre do Ar


Avatar
Numero de Episódios: 64 Episódios
Temporadas: 3 temporadas
Nota: 4 Estrelas

Acho que a maioria das pessoas já devem ter ouvido falar dessa série de tv animada e até assistido um ou dois episódios. Mas bom, não tem como saber, já que ( para muitos) Avatar é apenas mais um desenho feito apenas para crianças e que não chega a ser muito divertido...

Digo que não é bem assim, Avatar tem uma estória bem construída e sendo um dos poucos desse gênero que se baseiam fortemente em sua estória. E olha que isso é um pouco difícil nesse caso, já que sua trama poderia render muitas mais coisa fora do planejado e ainda assim ficar interessante.

Avatar se passa em um mundo fictício, onde algumas pessoas (dobradores) possuem a habilidade de manipular um elemento a partir de alguns movimentos baseados no Kung Fu. Os elementos que poderiam ser dobrados são quatros: Água, ar, terra e fogo. Apenas o Avatar é capaz de dobrar esses quatro elementos, já que ele é a ponto que liga este mundo ao outro ( espiritual).


O dever do Avatar é manter o equilíbrio deste mundo, "mas quando o mundo mais precisa dele, ele desaparece.". E é mais ou menos assim que a estória se inicia. A nação do Fogo iniciou uma guerra, eles desejavam dominar todas as outras três nações e assim impor seu império a eles, o que só é possível sem a presença do avatar, por isso eles acabam com os nômades do ar, os que seriam responsáveis por cuidar da próxima reencarnação dele.

Aang era o novo avatar, quando ele veio a esse mundo a Nação do Fogo ainda não havia avançado muito com seu plano e assim a ignorância ainda vivia nesse garoto. Mas ele acabou desaparecendo por 100 anos ( motivo explicado logo no primeiro episodio) e quando foi achado, por Katara e Sokka, dois irmãos da tribo da água, Aang descobre o que aconteceu ao mundo e assim precisa seguir sua jornada para impedir os planos do Senhor do Fogo.

E assim começa a aventura, Aang só havia aprendido a dobra do ar, já que ele nasceu na extinta Nação do Ar, e assim ele ainda havia um logo caminho pela frente para poder aprender a dominar os elementos restantes.

Avatar: O Ultimo Mestre do Ar foi exibido de 2005 a 2008 pela Nicklodeon e começou a sua estória com uma trama mais infantil e boba, mas que logo foi evoluindo e se tornando algo que poderia chamar a atenção de pessoas de diversas idades. E essa é mais uma produção que tem personagens bem construídos, tanto que ele tem uma das minhas personagens favoritas de todo EVER: Toph.


quinta-feira, 3 de maio de 2012

Autora Parceira: Samanta Holtz


É com prazer e felicidade que eu venho anunciar a nova autora parceira do blogger: Samanta Holtz. Então venho apresentar a vocês a autora e o livro dela: O pássaro. Espero que gostem. 


Nascida no Dia Mundial do Livro, a publicitária e escritora Samanta Holtz parecia destinada a trilhar o caminho da literatura. Aprendeu a ler sozinha aos cinco anos, tamanha era sua vontade de entender as histórias que sua mãe lia para ela. Aos nove, ganhou um prêmio municipal de redação em sua cidade, Porto Feliz, interior de São Paulo. Aos quatorze, começou a escrever seu primeiro romance, “Renascer de um Outono”, seguido por “Corpo & Alma”, “O Pássaro” (com publicação em janeiro de 2012 pela editora Novo Século) e, finalmente,"Quero Ser Beth Levitt".                                                                                                                                                                                 
Com histórias românticas e cheias de surpresas, Samanta guia seus leitores por uma deliciosa viagem, levando-os das lágrimas ao riso em questão de capítulos. 
 
Uma história romântica e surpreendente que irá prender sua atenção desde a primeira página. Você está preparado?

Caroline Mondevieu é filha de um poderoso Barão e tem tudo o que uma dama da época poderia querer: status, riqueza e um ótimo partido para se casar. Seus sonhos, no entanto, vão muito além de vestidos caros ou um bom marido; ela quer ser dona do próprio destino.

Sua vida muda completamente quando encontra Bernardo, um charmoso domador de cavalos que parece ter o dom de irritá-la. Eles não conseguem se entender até quando percebem que, para alcançar o sonho em comum da liberdade, terão que passar por cima das suas diferenças e se unirem num arriscado plano que promete transformar suas vidas para sempre.

Grandes emoções os aguardam em sua jornada; perseguição, mistérios, ciganos e o despertar de um sentimento que insiste em se manter escondido. Mas o que parece tão simples envolve muito mais magia e coincidências que eles podem imaginar, além da descoberta de segredos, até então, muito bem guardados.  

terça-feira, 1 de maio de 2012

Sangue Quente - Isaac Marion

Sangue Quente
Numero de Páginas: 257 Páginas
Tamanho das letras: Grande
Notas: 4 Estrelas

Quem  viu o post do 3ª chegou já deve saber  que eu não sou muito fã de zumbis. Vamos lá, vampiros são bem melhores que esses mortos-vivos sem vontade e é por isso que eu vivia fugindo deles. Mas Sangue Quente acabou fazendo eu mudar minha opinião ( um pouquinho)  sobre eles. Porque? Vamos ver... 

Ao contrario de muitos autores da atualidade, Isaac Marion não precisou adaptar a mitologia de um ser para conseguir fazer uma boa historia. Os zumbis, nesse livro, continuam a ser do mesmo jeito: nojentos, sedentos por carne humana, com a mesma aparência em decomposição e não são muito bons em raciocinar. 

R. é o nosso protagonista, o narrador desta historia. Ele é um dos poucos zumbis que ainda se lembra da primeira letra de seu nome e que ainda tenta buscar lembranças de sua vida 'passada'. Mas, como os outros da sua espécie, ele ainda tem sua fome por carne humana e cérebro ( a melhor iguaria para eles). E foi indo atrás dessa sua comida que ele acabou mudando um pouco. 

Ao encontrar Julie, R. acaba percebendo que não consegue mata-la, ao contrario, ele se sente impedido a fazer isso, querendo protege-la do perigo que outros de sua especie podem causar a ela. Mas claro que esse instinto não vem do nada, Isaac acaba colocando um bom motivo que explica tudo de forma tão natural para essa mitologia. 

[...]"Comer.                                                                                                                                                                     Ele olha para o nosso grupo novamente  e sente o cheiro que vem do prédio. Os outros estão indecisos. Alguns ficam prestando atenção no cheiro, mas outros são mais decididos como eu. Eles grunhem, babam e rangem os dentes.                                                                                                                          Pag. 26
A historia se passa em um mundo pós-apocalíptico, onde os seres humanos são obrigados a se esconderem em estádios para que assim possam sobreviver a  esse novo mundo. A comida é escassa e a sobrevivência está se tornando cada vez mais difícil

E o livro, mesmo com tudo isso, não é nojento. As coisas parecem naturais, indo em uma velocidade ideal: Não sendo muito apressado e nem muito devagar. Nem mesmo no final, quando as coisas começam a pegar 'fogo' o ritmo ainda continua o mesmo, ajudando o leitor a ficar com uma curiosidade incomum. 

O livro já está sendo adaptado para os cinemas. Eu até que gostei das imagens que eu já vi até agora, só senti falta da roupa normal do R., que aprece ter sido mudada no filme. Mas estou torcendo para que a adaptação seja boa e siga a linha do livro... 

O filme terá sua estreia em agosto desse ano. 
 

sábado, 28 de abril de 2012

Empório dos ETC - Importante

Não tenho muito a dizer sobre esse vídeo. Eu acabei achando ele no facebook, graças a um amigo meu e acabei assistindo. Achei o conteúdo dele interessante e muito importante para a conscientização de muitos, então vim compartilhar ele com vocês.

Vale apena dar uma olhada.

O Diário da Princesa - meg cabot

O Diário da Princesa
Numero de Paginas:  208 Páginas
Tamanho Das letras:  Grandes
Notas: 2 Estrelas

Eu nunca pensei que iria dizer isso, nunca mesmo, mas não posso mentir agora. Sinceramente, eu prefiro muito mais o filme do que o livro quando a obra em questão se chama "O diário da princesa". Sério, a Disney ( na minha humilde opinião ) fez uma ótima adaptação, deixou tudo mais interessante e legal. 

A historia do livro é contada através do diário da Mia (Amelia), que tinha uma vida quase comum, tirando o fato dela passar a maioria de suas ferias em um castelo na fronteira da França e pensar que seu pai é um grande politico de Genóvia. Ah, sem falar da sua mãe, que deixou toda suas responsabilidades para ela (Amelia, uma garota de 14 anos).

Bom, todos esses fatos citados (menos o da mãe dela) acima acabam sendo explicados quando seu pai adquire uma certa doença e tem que, finalmente, lhe confessar algo : Ele é um príncipe e ela é a herdeira do trono de Genóvia. 

[...]"Você está entendo realmente o que eu quero lhe dizendo Mia?"                                                 Inclinei minha cabeça: "Você é o príncipe de Genóvia"                                                                                                                                    Pag. 38

E então chega  a uma das coisas que eu não gosto no livro: A reação dela a esse fato. Para mim não fez muito sentido e foi algo estranho. Não vou dizer como foi, porque aí já é spoiler.


Para mim, a unica coisa que salvou o livro foi a narração feita pela Meg, era viciante. O que me fez esquecer, um pouco, alguns personagens chatos e surtos da Mia. Sério, alguns conflitos pareciam coisas tão...  Sei lá, superficial. Mas, como ponto positivo eu posso dizer que alguns personagens eram bem construídos


Mas esse é um romance juvenil bem leve. Escrito de forma simples e as vezes enjoativas. Mas sempre com alguma coisa que pode chamar sua atenção e fazer com que você surte de felicidade ou raiva. O diário da princesa até pode oferecer algumas pequenas lições.

[...]Olhei para mamãe, para ver se ela havia notado que ele tinha ficado doido. E então foi ela que fez a coisa de todas...                                                                                                                                  Pag. 64

sexta-feira, 27 de abril de 2012

#3ª Chegou

Finalmente! Depois de tanto tempo eu tenho o prazer de ver livros novos chegando pelo correio. E, ainda por cima, três livros que estava eu desejando há tanto tempo.


Sim, esse dois aí já estavam na minha listinha de desejado desde que foram lançados... Digamos que eu era/sou um pouco viciada em videogames. Por isso... Sim sim, esses livros foram adaptados de um jogo. 


Não gosto de zumbis. Nunca li nada com esse seres. Nunca cheguei a jogar alguma coisa que envolva ele ( só 5 minutinho de Resident Evil ). Mas comprei porque achei que a capa merecia uma chance e tinha tantas resenhas positivas que eu simplesmente não resisti.


Acabei comprando esse "vira-vira" de "O diário da princesa" com "Princesa sob os refletores" da Meg Cabot, já que estava barato e eu não tinha/tenho coragem de comprar o livro "normal". 

Acabei comprando o Vira-Vira de "Feios" com "Perfeitos", mas uma amiga minha já roubou pegou emprestado e não deixou eu ter a oportunidade de tirar uma foto para colocar aqui. 

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Blogosfera Anti-Plágio


Então é assim: você pega aquele seu livro bacana da estante. Abre, começa a ler. Presta atenção em todos os detalhes, cola post-its, faz anotações. Pensa em como aquela frase vai fazer o maior efeito na sua resenha. "Poxa, acho que os leitores vão gostar disso". Às vezes, você embarca na história. De outras, deixa até mesmo o seu prazer de lado para pensar em como vai apresentar sua opinião aos leitores do seu blog. Aí você, incauto blogueiro, termina a leitura. Pega seu livro, seu caderninho de anotações, seu arquivo com notas, o que seja; e vai para a frente do computador. Passa umas boas duas horas pensando em como irá traduzir em palavras o que sentiu durante a leitura. Se não usa a sinopse oficial do livro, gasta mais duas horas escrevendo uma sinopse personalizada, tomando aquele cuidado especial para não colocar nenhum spoiler.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Como se Livrar De Um Vampiro Apaixonado - Beth Fantaskey


Sussurro das Sombras
Numero de Páginas: 295 páginas
Tamanho das Letras: Médias
Nota: 3,5 Estrelas


Confesso que quase desisti de comprar esse livro por causa da capa e do nome dele. Eles não me chamaram muita atenção, parecia que seria mais uma historia clichê e chata de vampiros (mas bem que o clichê está se tornando quase inevitável ultimamente). 

Como se livrar de um vampiro apaixonado usa o clichê¹ de uma forma diferente e até um pouco divertida. Um exemplo disso é a principal desse livro, a jovem Jéssica: uma garota centrada em seus estudo e que sempre prefere ver a lógica das coisas, desacreditando em tudo aquilo que parece ser fantasioso. Por isso ela acaba não aceitando o jovem Lucio Vladescu, que lhe revela um grande segredo sobre si mesma. 

E esse é um dos pontos que eu mais gosto: Em vez de aceitar calada ou morrer de paixões por esse mistério (como anda acontecendo na maioria dos livros), Jéssica é forte e decidida a não acreditar nessa loucura, seguindo sua convicção e pondo um fim nesse clichê de "mocinha louca por vampiros". 


[...]Mas era mais do que isso. Era como se ele criasse a escuridão. Isso é ridiculo Jess... Ele é uma pessoa, não um buraco negro...                                                                                                                                    ------------------------------------------------------------------   Pag. 15
Lucio Vladescu é um vampiro. Nasceu na Romênia e desde criança recebeu uma educação de alto nível e um ensinamento pesado para que assim ele pudesse está pronto para ser um governante. Sua ida para os EUA teve um motivo simples: Buscar sua noiva ( Jéssica ) para poderem se casar e assim estabelecer a paz entre seus clãs (os dois maiores)


A união desses clãs é bastante importante, já que só assim haverá paz entre essa raça. 

Os personagens vão se desenvolvendo na trama de modo divertido e as vezes frustantes. Digo isso porque eu já quis bater em alguns (como o Lucius). 

Eu tenho uma relação de amor e ódio com esse livro. A leitura é bem legal e viciante, alguns pontos são bem abordados e deixam você louco para passar para a próxima pagina. Mas, como nem tudo é perfeito, o livro parece perder um pouco desse ritmo no final, as coisas acabando sendo narradas rápidas demais e começam a perder um pouco do seu charme.  

Além de existir algumas coisas nele que não descem por minha garganta. 


 ¹ Para mim isso é clichê por que já conheço varias obras que utilizam um personagem assim

sábado, 21 de abril de 2012

Empório dos ETC --> Pixlr

Hoje vim fazer mais um post diferente aqui no blogger, dessa vez algo relacionado a fotografias (um dos meus passatempos favoritos). Além desse motivo, decidi fazer isso depois que percebi que muitas pessoas não podem usar o Instagram (por não terem Android, iPad, etc). Então, enquanto fuçava na internet, acabei achando um site que faz efeitos similares e deixam suas fotos bem legais.

O Antes (Esquerda) e o Depois (direita) da edição o/

Para mostrar isso a vocês, peguei essa imagem do Devianart e editei ela (bem pouquinho) nesse site. Gostaram do resultado? Exitem muito mais efeitos que podem deixar sua foto bem diferente e até mais bonitas. Aqui está o link para quem quiser acessar: Pixlr. Outro ponto legal é que dá para baixar ele no seu computador e ficar editando as fotos quando quiser. E é viciante, já passei mais de uma hora mexendo nesse negocio. 

Há, e essa foto que eu editei é o cosplay do Edward Elric, o personagem de um anime que resenhei aqui

Espero que tenham gostado. 

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Empório do Anime -> Hikaru No Go

Hikaru No Go

Numero de Episódios: 75 episódios. 
Nota: 3,5 Estrelas



Tudo começa quando Hikaru estava procurado alguma coisa de valor no sótão do seu avô, a fim de tentar ganhar algum dinheiro. Mas no final, tudo o que ele encontra é um velho tabuleiro de um jogo chamado "Go". Lá ele encontra algo que muda sua vida: Um velho fantasma (Fujiwara no Sai) que habita esse tabuleiro desde que perdeu aquilo que foi mais importante para ele. 
A partir desse acontecimento, Hikaru é atormentado por Sai. Já que tudo o que ele deseja é jogar Go e descobrir/dominar a "Jogada de Deus". O que é impossível no momento, já que Sai não pode tocar em nada e só quem pode escuta-lo é.... Adivinha.  

No inicio Hikaru achava que Go era mais um jogo chato e fazia aquilo só para poder ficar em paz, já que Sai vivia "atormentando" o pobre do garoto. Mas depois de alguns episodio podemos perceber o avanço do personagem e seu novo interesse por esse jogo, o que faz com que ele deseje alcançar o topo desse "esporte". O que não é nada fácil, já que Go (goban) usa mais o raciocínio e suas regras são um poucos complexas, valorizando o jogador que consegue prever o maior numero de jogadas do seu oponente. 


O mais legal dessa obra é que as coisas acontecem gradualmente. Você vê o personagem crescendo tanto na estatura quanto na sua personalidade, o que é raro em animes. Além de que a linha do anime é mais séria e realista (tirando alguns fatos como o Sai). E tudo segue um ritmo comum aqui, nada de extravagante ou muito fora do comum. 

Outro ponto positivo são os personagens, sempre bem estruturados. Um exemplo disso é o Touya, o amigo-rival do Hikaru. Que no inicio era meio mimado e "se achava" por quase nunca ser vencido em Go, mas depois de ser derrotado por nosso principal (que apenas ouviu as instruções do Sai) começou a evoluir mais ainda.